GERAL

WhatsApp libera mensagens temporárias para usuários no Brasil

Mensagens que se autodestroem após sete dias podem ser habilitadas em conversas individuais ou em grupos do WhatsApp

Publicados

em

WhatsApp (Imagem: Christian Wiediger/Unsplash)

As mensagens temporárias do WhatsApp enfim estão chegando ao Brasil. De acordo com relatos no Twitter , o recurso começou a aparecer por aqui desde, pelo menos, a última segunda-feira (30). A função foi anunciada oficialmente no início de novembro e já estava disponível para alguns usuários do WhatsApp Beta para Android .

O objetivo das mensagens temporárias do WhatsApp é eliminar automaticamente o que for pouco importante. Pode ser útil para, por exemplo, não armazenar aquela lista de compras que você enviou seu colega de apartamento (ou para você mesmo).

Desse modo, o mensageiro pretende naturalizar ainda mais o uso da plataforma para conversas corriqueiras, como as que temos pessoalmente em nosso dia a dia.

Usuários no Brasil conseguem ativar mensagens temporárias (Imagem: Reprodução/WhatsApp)
Foto: Tecnoblog

O recurso funciona para conversas individuais ou em grupos. No entanto, no segundo caso, apenas administradores podem ativar a opção de envio de mensagens temporárias.

Ao habilitar a função, todas as mensagens enviadas posteriormente desaparecem após sete dias, e o ícone de cronômetro passa a aparecer junto à foto de perfil do seu contato, como mostra a imagem abaixo.

Teste das mensagens temporárias (Imagem: Reprodução/WhatsApp)
Foto: Tecnoblog

FAQ sobre as mensagens temporárias do WhatsApp

Leia Também:  Oficiais da PM investigados no esquema milionário descoberto pela Polícia Civil

Entre as principais coisas que você deve saber sobre o novo recurso de mensagens que se autodestroem após sete dias, estão:

  1. Mensagens temporárias desaparecerão mesmo que um usuário não abra o WhatsApp durante sete dias. Contudo, pode ser que a pré-visualização da mensagem seja exibida nas notificações até que o WhatsApp seja aberto.
  2. Ao responder diretamente a uma mensagem, ela será exibida acima da sua resposta. Se você responder a uma mensagem temporária, o texto dessa mensagem poderá ser exibido mesmo depois de sete dias.
  3. Se uma mensagem temporária é encaminhada para uma conversa onde as mensagens temporárias estão desativadas, essa mensagem não desaparecerá da conversa para onde foi encaminhada.
  4. Se um usuário fizer backup antes de uma mensagem desaparecer, essa mensagem temporária será incluída ao backup. Contudo, a mensagem temporária será apagada quando o usuário restaurar o backup.

Por fim, vale lembrar que as mensagens temporárias também podem ser capturadas por prints e a mídia armazenada no celular do destinatário não serão excluídas após a expiração do prazo.

Leia Também:  Prefeito Aldo Júlio solicita emenda parlamentar de Jaqueline Cassol para conclusão da Arena Esportiva Emerson Schelbauer

(IG)

Propaganda

GERAL

Rolimourense Claudia Pollyana segue internada e familiares vão realizar leilão para custear despesas

Família de Claudia Pollyana vai promover leilão para custear despesas; a rolimourense segue internada

Publicados

em

A rolimourense Claudia Pollyana Meinhart segue internada na UTI por complicações da Covid-19, a família iniciou uma campanha de arrecadação financeira para custear o tratamento. Um leilão virtual vai ser promovido para ajudar a arrecadar dinheiro.

No momento a família se mobília para conseguir prendas para o leilão, quem puder contribuir pode entrar em contato no telefone 98459-9780. Toda ajuda será bem-vinda, seja objeto ou roupas vai fazer este leilão acontecer.

Claudia estava grávida e foi acometida pela Covid-19 e acabou perdendo o bebê. Ela se encontra em estado grave, internada e intubada em uma unidade hospitalar em Cacoal (RO).

Quem puder contribuir em dinheiro pode transferir para:
Agência: 1406-0
Conta Corrente: 11.436-7
PIX: 60331402220
Alexandro Necefaro kalb – esposo de Claudia
Conta Corrente Banco do Brasil

FONTE; ASSESSORIA

Leia Também:  Após agressão verbal sobre assistente, volante do Ji-Paraná e massagista do Vilhenense são condenados no STJD e estão fora da Série D
Continue lendo

POLICIAL

POLÍTICA

CIDADES

ELEIÇÕES 2020

MAIS LIDAS DA SEMANA